Sábado, 25 de Junho de 2022
19°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Geral Poema

A guerra Perdida

Poema do colunista Odilon dos Reis

16/03/2022 às 12h13
Por: Redação
Compartilhe:
AFP/Arquivos
AFP/Arquivos

A guerra perdida.

Do que você morreu, perguntou um soldado ao outro.

Morri alvejado pelo inimigo.

Mas quem era seu inimigo?

Não faço ideia. Nem ao menos sei que guerra eu combatia?

Mas como você poderia estar em uma guerra e não saber qual era ela, ou quem era seu inimigo?

Foi assim: Eu não a comecei e nem ao menos percebi ela chegando, também não concordei com ela ou entendi as razões, eu não sabia porque aqueles que antes eu chamava de vizinhos se tornaram inimigos e tão pouco estava preparado para me virar contra eles.

Então, porque morreu nela?

Porque do mundo de onde venho, os fortes ainda decidem quem vive e quem morre ao invés de ampara-los.
Os poderosos ainda brigam pela razão e os líderes ainda agem como ditadores. Desse mundo de onde venho eu simplesmente não tinha nenhuma escolha.
Mas e quanto a você, morreu de que afinal?

Morri da mesma guerra que você, porém, eu padeci da falta de empatia, da falta de amor, da falta de respeito e da falta de carinho que um dia deram início a ela. Padeci dos frutos resultantes justamente das escolhas que fizeram por você.

Lamento muito ouvir isso. E a propósito, eu me chamo Inocência e você?

Eu me chamo Esperança.

Odilon dos Reis

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Odilon dos Reis
Odilon dos Reis
Sobre

Odilon dos Reis é especialista em marketing digital e delivery de comida. Criador do Canal no Youtube, ajuda inúmeras pessoas a obterem o sucesso nesse ramo.